You are currently viewing Estudar em Portugal em 2022: Visto de Estudos e outras possibilidades (D4, D5 e E6)

Estudar em Portugal em 2022: Visto de Estudos e outras possibilidades (D4, D5 e E6)

por RENATO COLETTI DE BARROS

Um ensino de qualidade abre portas para uma vida profissional de sucesso. Isso todos sabemos.

O que muitos desconhecem são as possibilidades de estudar fora do Brasil e viver uma experiência de ensino multicultural para construir um currículo diferenciado.

Estudar em Portugal abre um vasto leque de oportunidades de emprego e sucesso, não só para os que pretendem fazer um curso completo, mas também para quem pretende complementar os estudos com especializações, pós-graduações, mestrados e doutoramentos.  

Para os brasileiros, estudar em Portugal em 2022 com visto de residência (visto de estudos) não é apenas uma oportunidade de ampliar os horizontes, melhorar o currículo e aumentar as chances de conseguir um bom emprego. Há que se levar em conta a reconhecida qualidade de vida que o país proporciona, sem se falar na possibilidade de adquirir a nacionalidade portuguesa pelo período de residência no país na posse de uma autorização de residência para fins de estudos.

Existem vistos específicos para estudar e permanecer em Portugal:

  • D4 – Visto de Estudo, Estágio e Voluntariado, voltado para quem realizará alguma formação educacional (graduação, mestrado e/ou doutorado), um estágio, ou trabalho voluntário por um período superior a um ano. Por exemplo, se você for aceite numa universidade portuguesa, deve enviar a carta de aceite da instituição.
  • D5 – Visto de Estudo ou Mobilidade, para quem já estuda na Europa e não é nacional de um país da União Europeia. Este visto permite a mobilidade para realizar a formação (ou parte dela) em Portugal.
  • E6 – Visto para Cumprimento de Compromissos Internacionais e Estudo, destinado a estudantes de intercâmbio. Também se aplica aos que pretendam realizar estágio profissional não remunerado, ou, mesmo, trabalho voluntário.

Diversas universidades portuguesas, públicas e privadas, possuem uma cotação excelente e muita tradição.

Da mesma forma, toda a grade do ensino escolar é de grande qualidade.

Além disso, estudar em Portugal é uma porta de entrada para o continente europeu.

É importante destacar que os brasileiros têm facilidade em ingressar nas instituições de ensino portuguesas e conseguir o Visto de Estudante, para além da proximidade da língua e da possibilidade de utilizarem as notas do ENEM.

Se tem interesse em estudar em Portugal e solicitar o seu visto, seja de curta ou de longa duração, faça um plano e alinhe a componente financeira com a assessoria de um profissional experiente em quem confie.

O processo é burocrático e meticuloso: invista num futuro qualificado e de qualidade.

Renato Coletti de Barros

Advogado, Bacharel e pós-graduado em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, e pela Universidade Católica Portuguesa, no Porto, o Dr. Renato Coletti de Barros é um advogado com mais de 20 anos de experiência e atuação no Brasil (OAB/SP 192495), em Portugal e nos restantes estados-membros da União Europeia (OA 60407 P). Acompanhe-o em https://linkedin.com/in/renatodebarros.

Email: [email protected] 

Escritório (Porto): Praça Mouzinho de Albuquerque, 113, 5º andar, Edifício Brasília, 4100-359 Porto, Portugal

Deixe uma resposta